Atendimento: (49) 3251.7700

Notícias


13/01

Atendimento pediátrico na UPA 24 Horas iniciará às 8 horas, desta terça-feira (14)

O prefeito em exercício Juliano Polese, a secretária municipal de Saúde Odila Waldrich, o gerente da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA), Gilberto Ribeiro, a diretora de Atenção Básica de Saúde, Francine Formiga, o médico clínico geral da UPA, Luciano Fiorese e o procurador geral do Município Agnelo Miranda, receberam a imprensa na manhã desta segunda-feira (13 de janeiro) no prédio da UPA, no bairro Universitário. Na pauta do encontro os últimos detalhes da transição do fluxo de atendimento pediátrico do Hospital Infantil Seara do Bem para a UPA. A mudança será a partir desta terça-feira (14 de janeiro), às 8 horas.

Segundo o Administrador do Hospital Infantil Seara do Bem, Éder Alexandre Gonçalves, com a mudança as crianças e adolescentes de toda a região passam a ter assistência mais adequada, isso porque o atendimento passa a ser mais ordenado, direcionando os casos que realmente precisam da retaguarda hospitalar (como cirurgias, UTI, Exames complexos, Internação, etc) para o Hospital e os menos complexos que se resumem, muitas vezes, em apenas uma consulta as unidades de saúde e a própria UPA, onde serão atendidos com maior agilidade. "É um grande ganho na qualidade da Assistência, entendemos a insegurança da população neste momento de transição, mas como operadores do Sistema de Saúde, temos a certeza que a mudança vem para melhor em todos os seus aspectos".

 

 

Na oportunidade a secretária Odila reiterou que o fluxo de atendimento ambulatorial será realizado nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e na UPA, enquanto que os atendimentos de urgência e emergência continuarão sendo feitos no Hospital Infantil. Os casos de urgência e emergência como: acidentes, doenças cardíacas, fraturas e quedas serão atendidos no Hospital Infantil Seara do Bem. Já os casos menos graves como: alergias, dor de garganta, diarreia e gripe serão atendidos na UPA 24 horas.

“Ninguém deixará de ser atendido. Para o suporte dos pacientes haverá ambulâncias na UPA e no Hospital Infantil para atender a demanda de transporte médico-ambulatorial, além do apoio quando necessário, do Samu e do Corpo de Bombeiros”, disse Odila.

O prefeito em exercício Juliano Polese salientou que a prefeitura de Lages e o Hospital Infantil estão seguindo determinação do Ministério da Saúde, onde exige que os atendimentos médicos pediátricos se enquadrem às normativas de Saúde Pública. “Além disto, há um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com o Ministério Público (MP/SC) assinado no ano de 2016 que obriga a prefeitura a encaminhar os atendimentos ambulatoriais de pediatria para a UPA”, comentou.

A imprensa também conheceu a estrutura física da UPA que irá garantir o atendimento da pediatria.

 

Fonte PML/Fotos Marcelo Vieira

 

Galeria

Dica do Dr. Bem

INVERNO: NOSSA REGIÃO ATINGE TEMPERATURAS MUITO BAIXAS E COM ISSO AUMENTA-SE O USO DE FOGÕES A LENHA, LAREIRAS E AQUECEDORES O QUE PODE CAUSAR QUEIMADURAS, REDOBRE A ATENÇÃO COM AS CRIANÇAS!

Obrigado por se inscrever na nossa newsletter.
Sua informação foi armazenada e você deve receber uma confirmação da inscrição no seu email.

×

Preencha dados válidos em ambos os campos e tente novamente.

×